FANDOM


Portão de Etro conceito de arte

O Portão de Etro.

Portão de Etro (Etro's Gate em inglês), também conhecido como Portão Invisível ou Portão das Almas (魂の扉, Tamashii no Tobira?) é a porta de entrada das almas para a vida após a morte na mitologia de Fabula Nova Crystallis: Final Fantasy. Ele é controlado pela deusa Etro. O portão se assemelha a um olho.

De acordo com a mitologia oficial, o mundo é dividido em duas metades: o mundo invisível, ou o mundo dos vivos, e o reino invisível, ou o mundo dos mortos; se o equilíbrio entre os dois mundos é quebrado, o universo estará em risco de colapso. Apesar disso, Bhunivelze e os fal'Cie por eles criados são abrigados a encontrar uma maneira de abrir o portão para garantir a sua imortalidade.

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir. (Pular seção)

ApariçõesEditar

Final Fantasy XIIIEditar

Eden portal no céu4

Quando as luzes de Coccon apagam, a luz do Portão de Etro é a única que permanece.

Após a morte de uma pessoa, o que pode ser chamado de sua "alma" se transforma em energia de cristal e passa através do portão para a vida após a morte. Os fal'Cie, sendo máquinas, não possuem almas, e, portanto, não podem atravessar o Portão de Etro. Os fal'Cie acreditam que o Criador, o Deus que criou o mundo, partiu para além do Portão de Etro, e elaboraram um plano para enviar o máximo de energia de cristal através dele quando possível, sendo a única forma de fazer isso era destruindo Coccon, acreditando que a iria forçar o Portão de Etro a se abrir, enquanto o mundo iria renascer. Isso destruiria o equilíbrio do mundo, sendo que Etro parou a primeira tentativa durante a Guerra de Transgressão, transformando os l'Cie encarregados de destruir Coccon em cristal.

Lightning e o grupo ouvem o plano das fal'Cie por Cid Raines na Quinta Arca. Mais tarde, antes de irem para Eden, o grupo observa energia de cristal cintilando no ar. Eles se perguntam sobre o seu significado, até que Barthandelus sob o disfarce de Galenth Dysley, que explica que isso significa que o Criador está prestes a voltar. Quando Barthandelus desaparece no interior da torre, o Portão de Etro se abre em meio ao céu da cidade.

Cocoon final da luz

O Portão de Etro se fecha.

Depois do grupo derrotar Orphan, as luzes de Coccon se apagam, todas, menos a luz misteriosa do Portão de Etro. Como Ragnarok cristaliza Coccon, Etro liberta os l'Cie de Pulse do seu destino antes do Portão se fechar.

O portão em si é mencionado nos dois finais Analectos do jogo, e no tema de batalha "Born Anew", cuja letra pode ser traduzida como "l'Cie, você prometeu abrir o portão, cheio da luz eterna!".


Final Fantasy XIII-2Editar

Portão das Almas em Valhalla

O Portão de Etro sobre Valhalla.

Devido a Etro ter livrado os l'Cie de seus destinos, o Chaos vaza para o mundo visível e arrasta Lightning para Valhalla através do Nó da História, mudando o cronograma. Durante a batalha de Lightning com Caius Ballad em Valhalla, Noel Kreiss aparece de dentro do Portão de Etro que se abre sobre o Templo de Etro, mas Lightning o resgata, invocando Bahamut para pegá-lo em pleno ar. Quando Noel entra no seu mundo dos sonhos e revive os seus últimos dias no Mundo Agonizante, ele reza para que Etro o presenteie com o poder do Chaos para que ele possa acompanhar Caius em Valhalla.

Uma luz se abre no céu e ele é puxado em direção a ela, o que se parece ser o Portão de Etro, mas antes que ele possa entrar ele é acordado por Serah. Quando Lightning se reúne com Noel e Serah em Nova Bodhum em 700 AF, ela explica para eles sobre a natureza do Portão de Etro e como Caius planeja terminar o que os fal'Cie de Coccon tinham começado no massacre do povo de Coccon para forçar a abertura do Portão de Etro.

Chaos Bhunivelze

O Portão de Etro sobre Academia.

Depois de derrotar Caius em Valhalla e resolver o último paradoxo, Serah e Noel saem no reino invisível por meio de um portal do tempo, O Portão de Etro é esmagado pelo Chaos, já que ele não estava mais vinculado a Etro, com isso, o Chaos sangra para o mundo visível. Como o Portão de Etro não estava mais presente para atuar como o divisor entre o mundo dos mortos e o mundo dos vivos, Valhalla e Gran Pulse se unem em um novo mundo, que passa a ser chamado de Nova Chysalia.


Final Fantasy Type-0Editar

FFT-0 Etro's Gate Carving

A representação do Portão de Etro no Altocrystarium.

A razão de Arecia Al-Rashia ter criado a Classe Zero foi para ela poder usar o poder de uma alma poderosa o bastante para forçar o Portão de Etro a se abrir. Servindo Lindzei em oposição a Arecia, que é uma servidora de Pulse, Gala, acreditan que o sacrifício de milhões seria um método melhor, envia as suas forças para abater todos durante o Finis.

Depois de ambos falharem, Arecia redefine o mundo e se prepara para uma nova experiência. Os dois continuaram as suas experiências 600.104.972 vezes antes de Arecia finalmente decidir acabar com elas e deixar Orience para sempre.

Os Relic Terminals são representados pelo Portão de Etro. O Palácio de Toda Magia também tem o Portão de Etro mostrado em seu centro, exceto em suas bordas.

Final Fantasy Versus XIIIEditar

FFXV Alma dos Mortos

A alma dos mortos passando pelo Portão.

Dizem que aqueles que morrem se reúnem com Etro quando ela abre o Portão para dar entrada as almas que irão para o além. Experiências de quase-morte estão mergulhadas nas lendas e tradições de Etro, e contam que quando se está morrendo a alma é puxada para a fronteira da vida após a morte, e quando veem a luz da aporta aberta, eles ganham as graças do Reino dos Mortos e são agraciados com um grande poder. Noctis Lucis Caelum e Stella Nox Fleuret dizem ter conseguido esta benção através de suas experiências

Os spoilers terminam aqui.

Musica temaEditar

"Etro's Gate" (エトロの門 , Etoro no Mon, lit. Portão de Etro) é uma faixa que aparece em Final Fantasy XIII-2 e foi composta por Masashi Hamauzu. Ele é tocada durante o FMV de Lightning sendo presa em um paradoxo e caindo através do Nó da História. Ela tem a melodia lenta de "Blinded By Light" em vários momentos.

GaleriaEditar

TrivialidadesEditar

Orphan verdadeira forma

Orphan em Final Fantasy XIII. O "Portão" é mostrado como a parte roxa atrás de ser corpo.

  • Uma réplica do Portão de Etro é vista atrás da forma final de Orphan em Final Fantasy XIII. Durante a batalha, a câmara pode se mover para uma forma que permita que o jogador obtenha uma vista da estrutura, mas as suas bordas podem ser vistas de qualquer ângulo. Quando visto a partir de uma visão frontal do corpo de Orphan, a aparência dos dois juntos se assemelha a um olho.
  • A presença do Portão de Etro parece estar acompanhada com a aparição de cacos de cristais cintilando no ar. Isto é visto em Final Fantasy XIII quando os cristais começam a brilhar quando o Portão de Etro se abre no céu. O mesmo fenômeno é visto em Final Fantasy XIII-2, onde os cacos de cristais brilham no ar quando Lightning é envolta no Chaos em Nova Bodhum em 700 AF, entrando em Valhalla. O mesmo fenômeno também aparece em Final Fantasy XV, onde os cristais cintilantes tem sido vistos em trailers, e as lendas dizem que é a luz que pode ser vista quando alguém está próximo da morte.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.