FANDOM


O artigo a seguir é baseado em algo que não possui qualquer nome divulgado em nenhum material oficial da Square Enix; o título atual pode ser mudado futuramente.
O mundo está prestes a desaparecer para sempre. Quando você ouvir o som do sino, você tem que voar para cima, para o céu - encontre a Arca. Você pode nascer, cada um de vocês! A minha alma vai queimar... Deixe as chamas da minha restauração serem seu guia. A luz vai responder suas orações... vivos e mortos, todos da humanidade, se reúnem agora. Olhe para o céu... E descubra o novo mundo.
— Oerba Dia Vanille

O Novo Mundo (新世界, Shin Sekai?. New World em inglês) é o mundo criado para substituir Nova Chrysalia em Lightning Returns: Final Fantasy XIII. O nascimento de um mundo onde Lightning iria se reunir com sua irmã, Serah, e todos os seus amigos, atua como o ponto principal de sua missão; seu dever como o Salvador é salvar as almas do mundo morto e garantir o seu renascimento no novo mundo. Ele não foi nomeado, sendo conhecido somente como "Novo Mundo".

O novo mundo se assemelha a Terra, com os seus continentes sendo espelhados no mundo real, e a cidade vista no epílogo FMV apresenta edifícios modernos, estradas e carros, um trem moderno e uma estação de trem, e há um avião no céu que cria um rastro de fumaça. Ele tem uma lua e plantas familiares como grama, trigo e papoulas.

DatalogEditar

Ver também: Datalog/Mitologia

Os murais: O Nascimento e Morte do Mundo

Bhunivelze é o deus que governa todas as coisas.

Ele tem o mundo ao seu alcance, concedendo favor para o puro e fiel. As almas que são fortes o suficiente para se manterem fiéis até o último dia irão renascer no novo mundo. A morte que os espera no fim do mundo, é uma bênção: um dom de Deus.

As almas fracas que se perdem desaparecerão no reino invisível e vagarão para sempre no mar de Chaos. A morte dos que se afastaram de Deus será uma maldição eterna.

HistóriaEditar

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir. (Pular seção)

Lightning Returns: Final Fantasy XIIIEditar

Após a transformação de Gran Pulse em Nova Chrysalia, a divindade Bhunivelze viu que o mundo que ele queria salvar estava perdido. Ele decidiu criar um mundo livre do Chaos, e faz com que Lightning guie as almas humanas que ainda vivem a ele através da Arca tornando-a o Salvador, uma tarefa destinada a fazer com que ela seja a substituta para a falecida deusa Etro. Bhunivelze confiou à Ordem da Salvação, a religião estabelecida pelos seus devotos humanos, a tarefa de destruir as almas dos mortos para que a humanidade ficasse livre de suas memórias e não sofresse mais com a tristeza. Ao saber disso, no último dia Lightning interrompe o Soulsong e convence Oerba Dia Vanille a guiar os mortos para a Arca para terem lugar no novo mundo. Se vendo agora corrompido pelos mortos, Bhunivelze resolve destruir o mundo novo que ele tinha criado para acabar com todas as almas e criar um outro mundo com a sua própria versão da humanidade.

Serah Lightning LR Ending

Lightning, seus amigos e as almas da humanidade iniciam sua jornada para o novo mundo.

Após Bhunivelze ser derrotado, as múltiplas encarnações da vidente Paddra Nsu-Yeul aceitam se tornar a nova deusa da morte com Caius sendo como um pastor para guiar os mortos para o novo reino invisível, permitindo que sua última encarnação fosse com Noel Kreiss como um ser humano normal. Lightning, seus amigos e as almas da humanidade partem para o novo mundo para renascerem.

Final Fantasy XIII: Reminiscence -tracer of memories-Editar

A humanidade renasceu no novo mundo, com certas memórias vagas de sua vida passada em Gran Pulse e em Nova Chrysalia. Como a humanidade já não está mais sob o controle dos deuses, o conflito se avivou. Uma repórter chamada Aoede investiga aqueles com memórias de "um outro mundo", começando com Hope, um dos poucos que tem essas memórias intactas. Sendo orientada por Sazh, NORA e Serah, a repórter embarca em uma busca para encontrar Lightning para desvendar os mistérios das memórias fantasmas. Durante a sua jornada ela aprende sobre as suas vidas passadas, eventualmente falando com Snow, Noel, Yeul, Fang e Vanille, e uma segunda vez com Hope. Tendo acabado de as pistas de onde encontrar Lightning, Aoede retorna ao se trabalho como correspondente em uma região sem litoral consumida por uma guerra civil. A experiência de quase-morte no campo de batalha permite Aoede encontrar Caius e uma encarnação de Yeul que permaneceram no reino invisível antes de retornar para o seu corpo.

Lightning LR Final

Lightning no Novo Mundo.

Algum tempo depois, Aoede tem um encontro casual com Lightning em um trem. Vendo que ela parece despreocupada depois de recusar ser entrevistada, Aoede assiste Lightning saindo do trem em sua viagem tranquila para se reunir com os seus amigos. Ela desiste de ter a chance de uma entrevista sendo que estava se dirigindo para uma reunião importante, tendo se tornado uma negociadora entre as facções da guerra, mas ainda acreditava que aquele não foi o seu último encontro com Lightning.

Os spoilers terminam aqui.

Criação e DesenvolvimentoEditar

LRFFXIII Arte - Novo Mundo

Conceito de arte de Lightning Returns Ultimania.

Durante uma entrevista em Lightning Returns: Final Fantasy XIII Ultimania, Motomu Toriyama afirmou que ele não tinha uma ideia sólida sobre o que o novo mundo iria ser, e solicitou que a sua equipe de design se inspirasse "em qualquer lugar no sul da Europa", e que fizessem Lightning em roupas comuns. Quando perguntaram se o novo mundo e o mundo real estão ligados, ele disse que "não tinha certeza".

A ideia original obre o epílogo era mostrar Lightning conhecendo os seus amigos e aliados, ou falando com eles através de um smartphone, mas a ideia foi descartada: nas palavras de Toriyama, a história começou com Lightning, então ele sentiu que deveria acabar com ela. Em uma entrevista posterior com a Siliconera, Toriyama disse que o mundo era parecido com a Terra, e o que aconteceu em seguida foi deixado para a imaginação dos jogadores. O escritor Daisuke Watanabe também confirmou que o fim era destinado a ser ligeiramente aberto para que os jogadores pudessem imaginar o que iria acontecer, o que transita para Final Fantasy XIII: Reminiscence -tracer of memories-.

Parece que o trem e a estação no epílogo FMV foram feitos a partir de um lugar na França. Os sinais na estação de trem no novo mundo tem escrito em francês: Blanc-Château ("Castelo Branco", o nome da vila) e Gare ("Estação"). A locomotiva é um A1AA1A 68000, de propriedade da empresa ferroviária francesa SNCF. O logo no primeiro vagão "SNCF" imita um logotipo antigo da empresa.

Temas MusicaisEditar

"A New World" ("Um Novo Mundo") é a quarta faixa do quarto disco da trilha sonora. Ela é tocada durante a cena na Catedral Luxerion quando Fang e Vanille libertam as almas dos mortos para que elas possam renascer. Uma música diferente toca durante o final FMV, simplesmente intitulado "Epilogue" ("Epílogo"), que é a última faixa do quarto disco.

GaleriaEditar

TrivialidadesEditar

  • O conceito de um novo mundo que nasce quando o antigo morre é um tema recorrente em muitas mitologias, incluindo a dos antigos egípcios, indianos, chineses e noruegueses, assim como o xintoísmo.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.