FANDOM


Esse artigo foi marcado como incompleto, você pode ajudar expandindo ele.


Desespero - Ser esquecido é pior que a morte.
—Freya

Freya Crescent é um personagem jogável de Final Fantasy IX. Ela é uma Burmecian, uma raça de ratos antropomórficos que vivem em duas cidades, Burmecia e Cleyra. Ela vem de Burmecia, mas a deixou há vários anos em busca de seu amor perdido, Sir Fratley. Zidane a encontra em Lindblum pouco antes do Festival da Caça.

PerfilEditar

AparênciaEditar

Freya FFIX Art

Freya veste um chapéu vermelho com asas metálicos decorativos, o que, combina com seu cabelo branco, esconde grande parte do seu rosto e seus olhos verdes. Ela veste um casaco vermelho com uma divisão até as costas, fivelas na parte superior dos braços em torno das mangas, um grande escudo que carrega o brasão Burmeciano em seu torso, uma gravata azul-clara, calça laranja até o joelho, um par de polainas de couro, e uma pequena fita laranja amarrada em sua cauda. Durante o Trance, as roupas de Freya é substituído por uma armadura. Seu chapéu é substituído com o capacete de um cavaleiro que cobre toda a sua cabeça.

PersonalidadeEditar

Freya é uma Dragon Knight hábil e poderosa com uma mente afiada, mas seu anseio por seu amor perdido a sobrecarrega. Ela é humilde e amigável, como visto quando ela fala com Eiko ou Vivi. Ela também pode brincar com Zidane, dizendo que ela vai "chutar a bunda" na taverna em Lindblum porque ele está flertando com as meninas. Como um Dragon Knight, ela pode colocar de lado suas dúvidas e unir forças com os outros quando necessário, mesmo se unindo com seu inimigo, Beatrix em um ponto.

Freya enfrenta muitas tragédias mas ainda mantém a esperança. Ela pode aparecer viver no passado, sempre esperançosa que ela vai se reunir com Fratley, mas na verdade escolhe viver no futuro, sustentando as memórias do passado.

HistóriaEditar

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir. (Pular seção)
Cuidado, a resposta que você procura pode mudar para sempre sua vida para pior.
—Freya para Vivi.

Freya é uma velha amiga de Zidane a quem ela se reuniu em várias ocasiões em sua busca para encontrar seu amor perdido. Enquanto em Lindblum, Zidane a encontra em uma taverna, ele a provoca, fingindo não se lembrar do nome dela. Eles discutem o Festival da Caça, que Freya planeja participar e convida Zidane. Durante o festival Freya tem um dos melhores desempenhos, e se ela ganhar a caçada, o grupo receberá um Coral Ring como recompensa. Quando Zidane se encontra com o Zaghnol durante a caçada, ele convence Freya a deixá-lo dar o golpe mortal para que ele possa ganhar um encontro com a Princesa Garnet.

Após as festividades, um soldado Burmeciano entra na sala do Regente Cid e revela que um grupo de Black Mages atacaram Burmecia. Ele pede a Cid reforços antes de morrer. Freya junto de Zidane e Vivi vão a Burmecia para ajudar, separando-se de Garnet e Steiner, que partem para Alexandria. Ao longo do caminho para a Gruta de Gizamaluke eles têm a oportunidade de recrutar Quina Quen para sua causa.

O grupo atravessa Gruta de Gizamaluke para Burmecia, que se encontra em ruínas. Ajoelhando-se para honrar os mortos, Freya comenta que ela não visitou sua cidade natal por cinco anos. Eles chegam ao Palácio Burmeciano e encontrar vários Bumercianos fugindo que pleitear com Freya para escapar com eles indo para Cleyra. Ela se recusa, e escala uma grande estátua com Zidane e Vivi para espionar a Rainha Brahne, Beatrix, e um homem misterioso chamado Kuja, que estão de pé no meio do coliseu discutindo seu próximo ataque.

Freya at Burmecia

Derrota em Burmecia.

Freya se lembra de Sir Fratley, seu amor perdido. Quando ela se prepara para partir um soldado Burmeciano tenta desafiar Beatrix, o que levou o grupo de Zidane a intervir. Eles são derrotados por Beatrix que os deixa com Brahne e Kuja. O grupo decide viajar para Cleyra para se encontrar com o Rei de Burmecia e outros refugiados.

Em Cleyra, Freya participa de um ritual de dança para reforçar a tempestade de areia que protege Cleyra. Durante a dança, as cordas da harpa sagrada usada no ritual quebra, e a tempestade de areia diminui, dando as forças de Alexandria a oportunidade para marchar até o tronco da árvore gigante e chegar no topo. Freya e o grupo tentam segurar os invasores, mas são levados a recuar para a catedral. Um Dragon Knight aparece no pináculo da catedral, destruindo um trio de Black Mages e permitindo Freya e seus amigos a refugiar-se no interior.

Que ironia. Encontrar o homem com o qual eu sonhei... apenas para descobrir que ele não consegue se lembrar quem eu sou!
—Freya, ao descobrir que Fratley se esqueceu dela.
Burmecian Dance

Freya participando do ritual de dança em Cleyra.

O misterioso cavaleiro é Sir Fratley. Freya derrama suas emoções para ele, mas Fratley não se lembra dela. Ele sofre de amnésia, e não tem nenhuma memória de sua identidade, nem reconhece seus ex-amigos. Fratley deixa Cleyra e Beatrix aparece e leva como refém o Sumo Sacerdote. Ela pega a jóia, uma relíquia real, no topo da harpa e foge, escapa através telepods dos Black Mages. O grupo (com exceção de Quina) segue a segue, que aparecem no airship de Alexandria Red Rose. Rainha Brahne evoca Odin que oblitera a cidade de Cleyra.

Freya declara vingar sobre Brahne e eles espionam Beatrix questionando os motivos da rainha. De volta ao Castelo de Alexandria, quando Beatrix vê a crueldade por trás de Brahne, Freya se junta a ela para resistir a um bando de monstros invocados por Zorn e Thorn, os bobos da corte da rainha.

Quando Zidane volta do Outer Continent ele encontra Freya e os outros no Castelo de Alexandria. Freya duela com Amarant, um caçador de recompensas que se juntou a Zidane no Outer Continent. Os dois desenvolvem um respeito um pelo outro, e quando os dois acompanham Zidane para Treno Freya persuade Amarant e ele começa a contar a sua história com Zidane.

Freya Amarant Quina ending

Freya aplaude o retorno de Zidane durante o final.

Freya continua apoiando o grupo durante sua busca para encontrar Kuja, cuja as ações coloca seu mundo em perigo. Ela lidera o grupo no Desert Palace se Eiko, Steiner e Vivi acompanham Zidane para Oeilvert, e junta forças com Amarant no Santuário do Fogo, onde o dois batalham com o Guardião do Fogo para colocar o espelho no santuário e abrir um portal para Terra, terra natal de Kuja. Em Terra Zidane está preso no interior do Pandemonium. Como seus amigos partem para resgatá-lo Freya o ajuda a derrotar Amdusias e ajuda-o a se recuperar da angústia de descobrir a verdadeira natureza de sua origem.

Depois de Kuja e o misterioso Necron serem derrotados e o Lifa Tree entrar em colapso Freya ajuda a reconstruir Burmecia com Sir Fratley, que, apesar de sua amnésia, se aproxima de Freya. Os dois tentam reacender seu romance de ano atras, apesar de Fratley não se lembrar de nada sobre o seu passado. Quando Tantalus Theater Troupe returnas para Alexandria para a realizar i I Want to Be Your Canary, Freya participa do evento e aplaude o retorno de Zidane para Alexandria.

Os spoilers terminam aqui.

ReferênciasEditar

  1. http://na.square-enix.com/games/FFIX-gamesite/
  2. Comparação de altura entre os personagem no Final Fantasy 25th Anniversary Ultimania
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.