FANDOM


Final Fantasy XIV: Heavensward é a primeira expansão de Final Fantasy XIV: A Realm Reborn, anunciado na Fan Fest 2014 em Las Vegas. Foi lançado em 23 de Junho de 2015. Uma versão para Mac também foi disponibilizada no mesmo dia que as versões de Microsoft Windows e PlayStation 4, tornando o primeiro título da série Final Fantasy no computador da Apple. A versão para Mac foi brevemente cancelada pela Square Enix devido a problemas iniciais de estabilidade[1], mas ao ser corrigido ele foi disponibilizado na Square Enix Online Store apenas em uma versão digital.

Um benchmark para Heavenward foi lançado em 17 de Abril de 2015, com suporte para DirectX 11 e a raça Au Ra jogável.

AmbientaçãoEditar

Ishgard é o principal local do enredo. Heavensward expande a área jogável do jogo em partes adicionais de Eorzea, além do Coerthas Central Highlands e para os céus acima do Mar de Nuvens e as massas de terra flutuando nele. Dravania e "outras tribo feras" foram adicionados.

Os dois pontos chaves da trama são a "Guerra Dragonsong", o conflito de mil anos sangrentos entre Ishgard e Dravania, e "O Wyrmking contra Rei Thordan e seus doze cavaleiros".

JogabilidadeEditar

A expansão aumentará automaticamente o nível máximo a 60 para todas as disciplinas. Uma nova raça jogável, os Au Ra, e várias novas lasses foram introduzidas no jogo. Uma nova classe foi anunciado para cada um dos três papéis: o Dark Knight para Tanque, o Astrologian para Healer, e o Machinist para ranged DPS. Cada classe terá um Limit Break nível 3 único, com os já existentes redistribuídos para as classes apropriadas.

Todos os novos Primals aparecer no jogo, incluindo pelo menos um Primal criado apenas para Final Fantasy XIV - o primeiro deles sendo Ravana. Novas masmorras e novos raids apareceram. Um novo recurso permite que as Companhias Livres criem a sua própria aeronave. Novas áreas na expansão são de 50-100% de vrzes maior do que os já existentes[2], o apoio de montarias, como chocobos preto, aeronaves, griffon edição de colecionador, e um dragão que é importante para a história do Heavensward.

Novas áreasEditar

HistóriaEditar

Devido aos regimes nas sombras de Ul'dah, os Descendentes do Sétimo Amanhecer foram espalhados, e o Guerreiro da Luz foi forçado a fugir para o Norte, com Alphinaud Leveilleur. Embora concedido abrigo pelo Lord Haurchefant Greystone, grupo do Aventureiro pressiona Ishgard, uma nação recluso trancado em uma luta sem fim com os dragões. Mas a situação piorar, não só na Guerra Dragonsong, mas o aparecimento inesperado de um Guerreiro das Trevas como uma contra medida para o guerreiro da luz.

DesenvolvimentoEditar

Naoki Yoshida revelou que a primeira expansão do jogo vai permitir os jogadores voarem, e um dos temas vai girar em torno de um "grande conflito que se estende por milênios."[3] Em Abril de 2015, Yoshida revelou que "fantasia gótica" foi o tema chave para direção das artes, enquanto o enredo mudou para uma fantasia sombria.[4]

Atualizações principaisEditar

Observe que as atualizações abaixo também adicionaram recursos e ajustes ao conteúdo de A Realm Reborn(2.x).

As Goes Light, So Goes Darkness (3.1)Editar

FFXIV As Goes Light So Goes Darkness

Lançado em 10 de novembro de 2015, o Patch 3.1 apresenta duas novas masmorras: Saint Mocianne's Arboretum e Pharos Sirius (Hard). Uma nova raid de 24 jogadores chamada "Void Ark" foi introduzida. Além disso, as masmorras de final de jogo de A Realm Reborn agora premiam EXP para jogadores que possuem Heavensward. Novas missões do Cenário Principal foram adicionadas, assim como missões das tribo fera para o Vanu Vanu. Uma nova Minstrel's Ballad, "Thordan's Reign", permite ao jogador desaficar os Knights of the Round.

Exploração de aeronaves agora permite que equipes de jogadores explorem ilhas não mapeadas no Mar das Nuvens em primeira mão, no setor Diadem. Uma nova atração do Gold Saucer chamada "Lord of Verminion" é apresentada, um minigame estilo RTS envolvendo minions. Novas cartas e jogadores de Triple Triad foram adicionados, juntamente com ajustes para o Chocobo Racing. As casas tem um sistema de despejo adicionado para lidar com lotes de propriedade de jogadores inativos, bem como uma função de compartilhamento de propriedade para residências particulares.

O patch 3.15 adicionou a série de missões "Saint Endalim Scholasticate", bem como novas Armas Anima.

The Gears of Change (3.2)Editar

FFXIV The Gears of Change

Lançado em 23 de fevereiro de 2016, o Patch 3.2 adicionou novas missçoes do Cenário Principal rumo ao clímax da Guerra Dragonsong. A primeira parte da série de batalhas com a Tríade em Guerra: Sephirot, the Fiend, na Containment Bay S1T7. A segunda parte do Alexander: Midas lançado, e ao contrário do 3.0, que todas as versões estavam disponíveis imediatamente. Duas novas masmorras foram adicionadas: The Antitower e Lost City of Amdapor (Hard).

Esta atualização adicionou novos campos de treinamento, o Hall of the Novice para iniciantes, e "Stone, Sky, Sea" para jogadores de veteranos para aprimorar suas habilidades. Um sistema de Mentor foi introduzido para complementá-los. Em termos de jogabilidade, Gears of Change reformulada como funciona o sistema de materia, incluindo a combinação de equipamentos de endgame [5]. Outros ajustes de classes, como cálculo de danos para classes de tanks, foram implementados. Este patch também contou com o retorno de Hildibrand, Agente de Inquérito e novas missões da tribofera envolvendo o Gnath.

O patch 3.21 adicionou uma nova parcela ao Wolves' Den chamado "The Feast".

O patch 3.25 introduziu a próxima fase de atualização para as armas Anima. Novos recursos para o Chocobo Racing estão sendo planejados.

Revenge of the Horde (3.3)Editar

FFXIV Revenge of the Horde

Lançado em 7 de junho de 2016, o Patch 3.3. adicionou o final da Guerra do Dragonsong, culminando em um novo trial chamado "The Final Steps of Faith". Duas novas masmorras foram adicionadas: Sohr Khai e Hullbreaker Isle (Hard). A segunda parte das raids "Shadow of Mhach" foi adicionada: The Weeping City of Mhach. Novas missões na história da Tríade em Guerra foram introduzidas, embora sem nenhum trial.

Um novo conjunto de missões de tribo fera chamado Mogmenders foi adicionado, envolvendo tanto os moogles quanto dragões e com ênfase em crafting. A terceira fase das Armas Anima foi adicionada, juntamente com as novas missões do Hildibrand. Um novo recurso chamado Aquapolis envolvendo o sistema Caça ao Tesouro foi adicionado, uma masmorra secreta que pode ser revelada ao abrir mapas de Dragonskin. Uma nova área Frontline chamada Field of Glory (Shatter) foi introduzida. Parcelas adicionais de residências foram adicionadas, quatro alas por distrito. Vários aprimoramentos da interface do usuário, como o Raid Finder, foram adicionados.

No Patch 3.35, foi adicionado um novo sistema chamado Deep Dungeon - Palace of the Dead que permitia tanto conteúdo solo quanto de grupo.

No Patch 3.38, partes da missão das Armas Anima tiveram sua dificuldade reduzida.

Soul Surrender (3.4)Editar

FFXIV 3.4 Soul Surrender

Chegando em 27 de setembro de 2016, Soul Surrender deu início a um novo arco de história das missões do cenário principal. Novas missões para as aventuras da Hildibrand e o Saint Endalim Scholasticate foram adicionadas. Uma nova raid, Alexander: The Creator, estréia. O próximo primal da Tríade em Guerra, Sophia, the Goddess, despertou em Containment Bay P1T6. Duas novas masmorras Expert foram adicionadas: Xelphatol e Great Gubal Library (Hard). [6]

Um novo sistema para as Grandes Empresas chamada Esquadrões de Aventureiros foi adicionado, com o posto de Primeiro Tenente finalmente disponível para os jogadores desbloquearem. Uma nova atividade paralela, Wonderous Tails, apresenta desafios semanais para recompensas especiais. Um novo mecanismo de interface de usuário, o W Crossbar, foi introduzido. O sistema de Habitação foi ampliado com apartamentos e aquários personalizados. Suporte para o jogo entre servidores de certas atividades do Gold Saucer via Duty Finder foi adicionado.

O patch 3.45 adicionou os andares restantes ao Palace of the Dead e uma nova etapa do sistema de Armas Anima.

The Far Edge of Fate (3.5)Editar

FFXIV The Far Edge of Fate

The Far Edge of Fate começa a transição para o Stormblood. Como com o Before the Fall, ela será dividida em várias partes.

O Patch 3.5 chegou em 16 de janeiro de 2017. Ele adicionou duas novas masmorras: Baelsar's Wall e Sohm Al (Hard). A raid final da história de Shadow of Mhach, Dun Scaith, foi adicionada. O membro final da Tríade em Guerra, Zurvan, the Demon, foi enfrentado na Containment Bay Z1T9. Um novo passo nas missões das Armas Anima foi adicionada. Muito aguardada foi a introdução do glamour de egi para animais invocados por Summoner, começando com os Carbuncles. Companheiros Chocobo agora são tratados como animais de estimação em vez de membros do grupo, permitindo maior flexibilidade ao usá-los para o conteúdo da grupo. O Party Finder agora suporta o recrutamento entre servidores.

O patch 3.55a foi lançado em 28 de fevereiro de 2017. Ele adiciona ua etapa final as missões das Armas Anima, bem como um novo conjunto de tarefas para as Discípulos da Terra e da Mão envolvendo a NPC Zhloe Aliapoh. Um novo mapa PvP será adicionado ao Fest, apresentando um modo de Morte Súbita. Um novo encontro deve ser adicionado contra o Proto-Ultima. Devido a problemas técnicos imprevistos, a revisão do Diadem será adiada até o Patch 3.55b.

LançamentoEditar

FFXIV HW CE NA

Edição de colecionador.


Impresario-ffvi-ios Este artigo é um esboço. Você pode ajudar expandindo-o.


Recepção e vendas Editar

A versão PC de Final Fantasy XIV: Heavensward marcou o metascore de 86 [7], a mais alta de todos os tempos dos títulos da série Final Fantasy disponíveis no Microsoft Windows.

CapasEditar

GaleriaEditar

CuriosidadesEditar

  • Durante o anúncio no Fan Fest, Yoshida usava uma camisa do Batman, que ele disse ser uma dica para uma das novas classes na expansão, que acabou revelando o Dark Knight (Cavaleiro das Trevas), um dos apelidos do Batman. Em um evento posterior, ele usava uma camisa de James Bond para se referir ao Machinist, fazendo uma conexão entre a escolha de armas: armas de fogo.
  • O nome japonês da expansão, (蒼天のイシュガルド, Souten no Ishugarudo) é traduzido literalmente como "Céus Azuis de Ishgard".
  • Durante o evento streaming, uma pasta chamada "Samurai" foi flagrado no laptop de Masayoshi Soken, levando a rumores que Samurai seria uma das novas classes. No entanto, posteriormente foi confirmado por Naoki Yoshida que Samurai não será incluído na expansão, uma vez que não deseja incluir uma outra classe de estilo japonês atualmente, embora o conceito da classe foi fortemente considerada para a nova classe "tanque" antes do dark Knight ser favorecido.[8]

Links externosEditar

ReferênciasEditar

  1. http://venturebeat.com/2015/07/06/square-enix-pulls-mac-version-of-final-fantasy-xiv-heavensward-from-sale-offers-refunds/
  2. http://forum.square-enix.com/ffxiv/threads/230605-Letter-from-the-Producer-LIVE-Part-XX-Q-A-Summary-%2804-23-2015%29?p=2919167#post2919167
  3. http://www.siliconera.com/2014/04/11/final-fantasy-xiv-realm-reborns-first-expansion-will-let-fly/
  4. http://time.com/3817373/final-fantasy-14-naoki-yoshida/?xid=tcoshare
  5. http://forum.square-enix.com/ffxiv/threads/269284-Letter-from-the-Producer-LIVE-Part-XXV-Digest
  6. http://forum.square-enix.com/ffxiv/threads/304383
  7. http://www.metacritic.com/game/pc/final-fantasy-xiv-heavensward
  8. http://game.watch.impress.co.jp/docs/interview/20141112_673698.html
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.