FANDOM


Final Fantasy VII
FF7logo
ファイナルファンタジーVII
Fainaru Fantajī VII
Desenvolvedora Square Co., Ltd.
Editora Bandeira do Japão Square Co., Ltd.
Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá SCEA America
Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá Eidos (Versão para PC)
Bandeira da União Europeia SCE Europe
Datas de
Lançamento
Versão para PlayStation:
Bandeira do Japão 31 de Janeiro de 1997
Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá 7 de Setembro de 1997
Bandeira do Japão 2 de Outubro de 1997 (Int.)
Bandeira da União Europeia/Bandeira da Austrália 14 de Novembro de 1997

Versão para PC:

Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá 24 de Junho de 1998

PlayStation Network:

Bandeira do Japão 9 de Abril de 2009 (Int.)
Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá 2 de Junho de 2009
Bandeira da União Europeia/Bandeira da Austrália 4 de Junho de 2009

Versão para PC relançada na
Square Enix Store:

Bandeira da União Europeia/Bandeira dos Estados Unidos 14 de Agosto de 2012
Bandeira do Japão 16 de Maio de 2013 (Int.)

Steam:

Bandeira da União Europeia/Bandeira dos Estados Unidos/Bandeira do Canadá/Bandeira do Japão 4 de Julho de
2013

Dive In:

Bandeira do Japão 9 de Outubro de 2014

PlayStation 4:

Mundial: Primavera de 2015
Gênero Role-playing game (RPG)
Modos de Jogar Um jogador
Classificações ESRB: ESRBT Teen
USK: USK 12Plus 12+
ELSPA: Elspa11- 11+
PEGI: PEGI 12 12+
ACB: OFLC small PG PG
Plataformas PlayStation, PC, PlayStation Network,
iOS & Android via Dive In, PlayStation 4

Final Fantasy VII é o sétimo jogo da série Final Fantasy e foi publicado em 1997 pela Square Co., Ltd., sendo, até hoje, o mais popular da série. Foi dirigido por Yoshinori Kitase, escrito por Kitase e Kazushige Nojima e produzido por Hironobu Sakaguchi. Foi o primeiro jogo da série a ser publicado para o Playstation ao invés de um console da Nintendo e o primeiro a ser portado para o Windows. Final Fantasy VII foi o primeiro título da série com modelos de personagens inteiramente 3D (poligonais), embora a maioria dos ambientes sejam mapas 2D pré-renderizados (exceto o mapa do mundo e as telas de batalha, que eram renderizadas puramente em 3D). Final Fantasy VII é um dos jogos mais vendidos de todos os tempos, com as vendas mais altas (10,5 milhões de cópias) de qualquer jogo da série e o segundo jogo mais vendido para o PlayStation. Desde a sua estréia no PlayStation da Sony, Final Fantasy também foi lançado para o PC e na PlayStation Network. Ele é considerado por muitos um dos RPGs mais influentes até o dia de hoje.

Diferente de Final Fantasy IV e Final Fantasy VI, que foram renomeados para II e III na América do Norte (II, III e V não haviam sido lançados internacionalmente naquela época), Final Fantasy VII manteve o número sete no seu lançamento no ocidente. O jogo originou uma sub-série de sequências, prequels e "midquels" chamada Compilação de Final Fantasy VII.

Jogabilidade

FFVIIbattleexample

A primeira batalha de Final Fantasy VII.

Final Fantasy VII é um RPG controlado em grande parte através de menu. O jogador fica limitado a cidade de Midgar no início do jogo, mas, à medida que progride na história, mais partes do mundo tornam-se acessíveis e o jogador ganha mais liberdade e oportunidades de exploração. Em várias ocasiões, o jogo é interrompido por sequências dramáticas já roteirizadas e muitas delas são de longa duração.

Durante a batalha, o jogo usa o mesmo sistema de Batalha de Tempo Ativo (ATB, do inglês "Active Time Battle") utilizado nos três jogos Final Fantasy precedentes. Diferente dos jogos anteriores da série, que permitiam um máximo de quatro a cinco membros do grupo participarem da batalha, Final Fantasy VII permite o uso de apenas três personagens de uma vez.

O sistema de habilidades de Final Fantasy VII utiliza Materia, orbes mágicas que podem ser colocadas em partes das armas e armaduras. As Materias possibilitam que os personagens usem magias, habilidades de comando e uma variedade de habilidades passivas. Materias podem ser combinadas de muitas formas e o uso estratégico dessas combinações permite ao jogador usar várias estratégias que se adaptem à sua forma de jogar.

Cloud- Meteorain

Cloud Strife, carregando seu Limit Break, Meteorain.

Um recurso introduzido em Final Fantasy VI, o "desperation attack", retorna em Final Fantasy VII em uma nova forma modificada conhecida como Limit Break. Cada personagem jogável possui uma "barra de limite" que enche proporcionalmente à quantidade de dano que o personagem recebe na batalha. Quando a barra de limite enche por completo, ele pode usar o seu Limit Break, uma habilidade especial que geralmente causa muito mais dano ao inimigo do que ataques físicos normais; alguns Limit Breaks afetam todos os inimigos e outros auxiliam o grupo, curando o HP ou fornecendo buffs

Final Fantasy VII popularizou a inclusão de chefes difíceis opcionais como forma de desafiar e recompensar o jogador. Um série de monstros poderosos chamados Weapons aparecem e o jogador deve enfrentar algumas durante o enredo. Entretanto, duas delas — Ruby Weapon e Emerald Weapon — só podem ser encontradas se o jogador explorar além da rota principal. Esses dois chefes não foram incluídos na versão original japonesa, mas foram adicionados nas versões européia e americana.

Personagens

FFVII Playable Characters

Os personagens jogáveis em Final Fantasy VII são:

  • Cloud Strife é o personagem principal, passando-se por um antigo membro do SOLDIER que agora atua como um mercenário que se envolveu nas ações do grupo eco-terrorista AVALANCHE. Indiferente e frio à primeira vista, ele começa a mudar quando começa a descobrir seu passado misterioso.
  • Barret Wallace, o líder do AVALANCHE, possui uma arma no lugar de sua mão direita. Apesar de sua personalidade rude e barulhenta, ele é uma pessoa carinhosa e ama sua filha Marlene.
  • Tifa Lockhart, a amiga de infância do Cloud e membro do AVALANCHE, cuida do bar 7th Heaven nos subúrbios do Setor 7, que serve como o esconderijo do grupo. Sua simpatia esconde sua espantosa habilidade de combate.
  • Aerith Gainsborough, uma vendedora de flores do subúrbio do Setor 5 e a última Cetra, foi capturada pela Shinra quando era jovem, mas escapou com sua mãe Ifalna, que morreu, deixando Aeris órfã. Aeris foi encontrada e criada por Elmyra Gainsborough.
  • Red XIII é um animal vermelho quadrúpede capaz de se comunicar. O grupo resgata ele do cativeiro na Sede da Shinra, onde seria cobaia em experimentos. Ele fala pouco, mas quando o faz, suas palavras são frequentemente importantes.
  • Cait Sith, um gato robótico em cima de um Mog de pelúcia, atua como um vidente quando o grupo o encontra em Gold Saucer. Ele comando o seu Mog aos berros usando um megafone. Sua atitude amigável esconde um lado sombrio, mas ele é eventualmente usado para o bem.
  • Cid Highwind, o piloto mal educado e fumante compulsivo de Cidade do Foguete que sonha em ser o primeiro homem no espaço. Ele foi forçado a abortar a missão depois que sua assistente, Shera, estava fazendo uma verificação de segurança no foguete e teria sido queimada até a morte se ele tivesse decolado. Apesar de sua atitude amarga, Cid tem um bom coração e se preocupa com seus amigos.
  • Yuffie Kisaragi, a princípio conhecida como Ninja Misteriosa, pode ser encontrada em qualquer floresta depois dos eventos na Mina de Mythril. Uma auto declarada caçadora de Materia, ela é furtiva e brincalhona, e "caça" Materia para restaurar seu lar de Wutai à sua antiga glória.
  • Vincent Valentine, encontrado pelo grupo dormindo em um caixão na Mansão Shinra em Nibelheim, é um antigo Turk com um passado traumático. Depois de ser submetido a inúmeros experimentos, Vincent tornou-se capaz de se transformar em formas monstruosas, mas selou a si mesmo em um caixão por causa da culpa de seu passado. Assim como Red XIII, ele fala pouco, mas oferece conselhos valiosos quando o faz.
  • Sephiroth, é um personagem temporário não-controlável durante uma sequência. Após reaparecer depois de anos considerado morto, perseguir Sephiroth se torna a motivação principal do grupo.

Personagens importantes da Companhia de Energia Elétrica Shinra são Reeve Tuesti (Chefe de Desenvolvimento Urbano), Professor Hojo (Chefe do Departamento de Ciência), Palmer (Chefe de Exploração Espacial), Heidegger (Chefe do Departamento de Preservação da Paz), Scarlet (Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento de Armas), Presidente Shinra, seu filho Rufus Shinra, e os membros da organização policial secreta chamada Turks; Elena, Rude, Reno e Tseng.

O nome de Aeris na versão original em Inglês de Final Fantasy VII foi transliterado de "Aerith". Produtos posteriores que a incluíam, como Kingdom Hearts, Crisis Core -Final Fantasy VII- e o filme Final Fantasy VII: Advent Children, traduziram o nome para Aerith, embora seu nome tenha permanecido Aeris nos lançamentos seguintes de Final Fantasy VII na PlayStation Network e para PC.

Final Fantasy VII mostrou ser popular o suficiente para a Square incluir vários de seus personagens em outros jogos, e os personagens de Final Fantasy VII foram os primeiros a fazerem aparições subsequentes como personagens jogáveis ou cameos em outros jogos e na cultura popular. Eles aparecem em outros jogos da série Final Fantasy (por exemplo; Cloud aparece em Final Fantasy Tactics; Cloud, Tifa e Sephiroth em Dissidia Final Fantasy e Dissidia 012; etc), em jogos não-Final Fantasy da Square Enix (como a série Kingdom Hearts; Ehrgeiz: God Bless the Ring) e em outros lugares (vários personagens são roupas de DLC em LittleBigPlanet).

Ambientação

Shinra, Inc., uma mega-companhia de produção de energia, está colhendo a energia vital pura do Planeta (conhecida como Lifestream) e usando como um simples combustível fóssil. O Lifestream é processado e transformado em produtos que variam desde eletricidade e calor até Mako e Materia. Os últimos dois materiais podem fazer milagres, concedendo a sabedoria dos Anciões ao usuário. Contudo, o Lifestream é finito, assim como qualquer outro combustível, e a força vital do Planeta está sendo drenada rapidamente pela constante exploração de Mako pela Shinra. Embora estejam cientes dos efeitos nocivos, eles continuam a extração sem remorso.

Todavia, a verdadeira batalha não é contra uma corporação, mas uma força muito mais competente vinda do passado distante. Um guerreiro que há muito tempo atrás foi dado como morto e que planeja tornar-se um deus absorvendo todo o Lifestream do Planeta ressurgiu e não vai parar de forma alguma para alcançar seu objetivo.

Agora um pequeno grupo rebelde dos subúrbios deve acabar com os vários perigos que ameaçam os inocentes, e um mercenário de aluguel deve procurar em meio às mentiras e enganações e encontrar o homem que ele é por dentro.
—Introdução Oficial
Shin-ra logo

Gaia, chamado de Planeta pela população mundial, é um planeta avançado tecnologicamente dominado pelos humanos, que é a única raça senciente principal com exceção de algumas outras poucas espécies quase extintas. O mundo é dominado economicamente, militarmente e politicamente pelo conglomerado da Companhia de Energia Elétrica Shinra, cujo lucro vem dos Reatores de Mako.

Os reatores extraem um tipo especial de energia—chamada "Mako"—do Planeta e a convertem em eletricidade. Um dos subprodutos da extração e refinação da energia Mako é a Materia, uma forma concentrada de Mako que permite ao usuário usar suas propriedades mágicas. O Presidente Shinra é quem lidera essa organização homônima e é, na prática, o governante do mundo. A Shinra está envolvida com vários experimentos genéticos horríveis, dos quais a população não tem conhecimento, e muitos dos monstros que assolam o Planeta surgiram daí.

A energia Mako é extraída do Lifestream, uma correnteza de força vital que passa por baixo da superfície do Planeta. Toda vida origina do Lifestream e retorna para ele após a morte, e o Lifestream é a soma de toda a vida que já viveu e ainda vai viver no Planeta. O processo de extração de energia Mako drena a vida do Planeta para gerar eletricidade. Isso pode ser notado na cidade de Midgar, capital da Shinra, que é cercada por uma planície estéril onde mal crescem plantas.

História

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir. (Pular seção)

AVALANCHE

Cloud-FFVIIArt

Dentro dos Subúrbios de Midgar reside a organização eco-terrorista AVALANCHE, liderada por Barret Wallace, um antigo habitante de Corel, uma cidade destruída pela Shinra. O grupo AVALANCHE aluga um mercenário chamado Cloud Strife, que diz ser um antigo membro da força especial de elite da Shinra, SOLDIER.

Cloud é atormentado por perturbações psíquicas e, a princípio, demonstra pouco interesse à causa do AVALANCHE; de acordo com ele mesmo, só está interessado no dinheiro. Outros membros do AVALANCHE incluem Tifa Lockhart, uma amiga de infância de Cloud a qual ele fez uma promessa de protegê-la há anos atrás, antes de deixarem Nibelheim, sua cidade natal, e Jessie, Biggs e Wedge.

A missão do AVALANCHE é explodir os oito Reatores de Mako localizados ao redor da cidade. Durante uma missão, Cloud é separado do resto do grupo e encontra Aeris Gainsborough nos subúrbios de Midgar. Para contra-atacar os ataques do AVALANCHE, Shinra solta uma parte da chapa superior localizada acima do Setor 7 para destruir a base da organização, matando Jessie, Biggs e Wedge e a maioria da população do Setor 7. Shinra captura Aeris e a leva para sua sede.

A administração da Shinra está preocupada com os poucos repositórios de energia Mako disponíveis para colheita e fascinada com a lenda da Terra Prometida; um lugar lendário onde flui Mako em abundância. Somente uma raça chamada Cetra, também conhecida como os Anciões, é capaz de encontrá-la, de acordo com a lenda. Os Cetra foram quase todos extintos pela "Calamidade dos Céus" há 2000 anos atrás e Aeris Gainsborough é a única restante, a quem Shinra esteve tentando capturar por anos.

Cloud e o restante do AVALANCHE invadem o prédio para resgatar Aeris do laboratório do Professor Hojo, onde Cloud vê uma criatura sem cabeça chamada Jenova mantida dentro de um tanque e reage à ela, embora ele não consiga explicar sua experiência aos outros. Eles descobrem que Hojo aprisionou Aeris com Red XIII, um outro cobaia para testes, e libertam eles, mas acabam sendo capturados também. Como o tanque onde Red XIII e Aeris estavam sendo mantidos estava quebrado, todos foram mandados para as celas de prisão que existem dentro do prédio. O grupo consegue se libertar de suas celas graças à reaparição surpresa do lendário SOLDIER que todos pensavam que estava morto, Sephiroth, seguindo a fuga de uma Jenova sem cabeça de seu tanque. O Presidente Shinra é morto durante o retorno de Sephiroth e o jovem e impiedoso Rufus Shinra toma as rédeas da companhia. Cloud e o restante do grupo escapam por pouco de Midgar, abrindo caminho a força pelas tropas da Shinra.

Perseguindo Sephiroth

Sephiroth

A silhueta de Sephiroth nas chamas de Nibelheim.

Cloud decide perseguir Sephiroth para vingar a destruição de sua cidade natal e os outros vão junto. Tifa compartilha do ódio de Cloud por Sephiroth e quer ficar de olho em Cloud, pois seu comportamento instável a preocupa. O Presidente Shinra disse a Aeris que Sephiroth é um Ancião e ela deseja encontrá-lo para descobrir mais sobre sua linhagem. Red XIII decide acompanhar os outros até que possa voltar para sua casa em Cosmo Canyon.

Na cidade de Kalm, Cloud conta aos outros sua história sobre o Incidente de Nibelheim, ou o que aconteceu na cidade há cinco anos atrás, mas sua história é cheia de buracos. Cloud diz que há cinco anos atrás ele e Sephiroth foram enviados para Nibelheim para investigar o Reator de Mako local, onde Sephiroth encontrou Jenova, uma criatura que a Shinra pensou que se tratava de um Ancião, e que foi chamada de mãe do Sephiroth. Perturbado pela descoberta, Sephiroth escavou sobre seu passado e o Projeto Jenova—do qual ele nasceu—por Professor Gast e o insano Professor Hojo. Suas descobertas o levaram à loucura e, acreditando ser o último Ancião, Sephiroth vingou-se da humanidade queimando a cidade de Nibelheim. A mãe do Cloud e o pai da Tifa morreram durante o incidente e Cloud, furioso, foi ao encontro de Sephiroth para enfrentá-lo, mas ele não consegue se lembrar do fim da história.

Depois de ouvirem sobre um homem de capa preta, o grupo segue os rumores até Junon, onde são surpreendidos ao encontrar Rufus Shinra promovendo sua cerimônia de coroação. O grupo disfarça como membros da tripulação e viaja clandestinamente no navio cargueiro para o continente oeste. Sephiroth aparece no navio e mata quase todos os membros da tripulação. Cloud e o resto do grupo encontram Sephiroth se materializando do chão, mas ele não reconhece Cloud. Cloud tenta obter respostas sobre o objetivo de Sephiroth, mas ele vai embora e deixa Jenova∙BIRTH para lutar contra eles.

O grupo persegue Sephiroth pelo Planeta, mas eles não são os únicos a fazerem isso, pois Rufus Shinra também quer encontrar Sephiroth e encarregou os Turks, um grupo especial da Shinra, da tarefa. O grupo cruza com os Turks várias vezes, e em Gold Saucer eles encontram Cait Sith, um robô vidente, que se junta a eles. Barret deve confrontar seu passado quando o grupo retorna para o local da sua antiga cidade natal e Red XIII pretende deixar o grupo ao chegar em Cosmo Canyon, mas muda de ideia ao descobrir a verdade sobre seu pai, quem ele achava que era um covarde, e decide viajar com Cloud e seus amigos para proteger o Planeta. Cosmo Canyon é um centro de estudos sobre o Planeta e seu Lifestream e Aeris conversa com os sábios da vila e deduz que Sephiroth não é um Ancião e que ela é a única Cetra restante.

Black-Cape-Nibelheim-FFVII

Um Clone de Sephiroth em Nibelheim.

O grupo continua seguindo os rumores sobre um homem de capa preta e chega em Nibelheim, onde encontram a cidade completamente reconstruída pela Shinra e habitada por empregados da Shinra se passando pelos antigos moradores para cobrir o incidente de cinco anos atrás. A cidade está infestada por pessoas vestidas de preto que resmungam algumas palavras sobre Sephiroth, os Clones do Sephiroth, e o grupo encontra o próprio Sephiroth na biblioteca da Mansão Shinra, que diz à Cloud para juntar-se a ele na Reunião, mas Cloud não sabe do que ele está falando.

Sephiroth foge e o grupo vai atrás dele, passando pelo Monte Nibel e chegando à Cidade do Foguete, onde encontram Cid Highwind, um engenheiro aeronáutico cujo sonho de ir para o espaço foi frustrado pela falta de financiamento da Shinra. Rufus aparece para levar o avião de Cid, o Tiny Bronco. Cid recusa e o grupo o ajuda a impedir que Palmer, um executivo da Shinra, roube o avião, mas acabam embarcando nele junto com Cid, que se junta ao grupo. O avião cai no oceano e se torna o barco do grupo.

Vincent é um antigo Turk que foi traído pelo seu amor, Lucrecia Crescent, a mãe biológica de Sephiroth, e transformado em um monstro. Ele adormece abaixo da Mansão Shinra em Nibelheim, como castigo pelos seus pecados de não ter sido capaz de parar o Projeto Jenova, mas acaba se juntando ao grupo quando descobre que eles podem acabar se encontrando com o Professor Hojo, que Vincent julga ser o culpado por tudo. Yuffie é uma garota da Vila Wutai, uma cidade que lutou contra o domínio da Shinra durante a Guerra de Wutai, mas acabou se rendendo sob algumas condições. Ela sonha em restaurar o orgulho de sua terra natal e se junta ao grupo para conseguir isso.

A perseguição por Sephiroth leva o grupo a descobrir muitas coisas. Sephiroth planeja usar a Materia Negra, uma Materia tão poderosa que os Cetra a esconderam que contém a magia Meteor, a Magia Negra suprema que invoca um meteorito para colidir com o Planeta. O plano de Sephiroth é criar uma ferida tão grande no Planeta que o Lifestream será enviado em massa para curá-la, onde Sephiroth irá interceptá-lo para tomar o controle do mundo. Sephiroth é seguido por um grupo de fanáticos encapuzados, os Clones do Sephiroth, todos possuem uma tatuagem em alguma parte de seus corpos colocada pelo Professor Hojo.

AerisDate

Cloud em um encontro com Aeris.

Cloud e os outros pegam a Keystone, um objeto necessário para abrir o Templo dos Anciões, do Dio, o dono do Gold Saucer. Durante o passeio pelo parque de diversão, Cloud vai em um encontro com um companheiro do grupo e, mais tarde, Cait Sith rouba a Keystone e entrega para Tseng, o líder dos Turks, revelando ser um espião da Shinra enviado para se infiltrar no grupo do Cloud. Cait Sith recusa revelar sua verdadeira identidade e chantageia o grupo para que o levem junto ao Templo dos Anciões.

Tseng e sua companheira Elena, também uma Turk, usam a Keystone para acessar o Templo dos Anciões, mas não conseguem decifrar seus murais. Enquanto Elena sai para informar a situação para a Shinra, Sephiroth ataca Tseng. Cloud e seus amigos encontram Tseng ferido ao chegarem no Templo dos Anciões, recuperam a Keystone e a usam para aprofundar no labirinto. Eles descobrem que o próprio templo é a Materia Negra e, para transformá-la na forma utilizável, alguém deve ficar dentro do templo enquanto ele encolhe. Cait Sith se voluntaria, por ter um robô como corpo, e é destruído quando o templo se transforma na esfera que é a Materia. Cloud pega a Materia Negra mas Sephiroth chega no local e coloca Cloud sob seu controle. Cloud entrega a Materia para Sephiroth e ataca Aeris, então o grupo o nocauteia para impedi-lo. Outro Cait Sith aparece para substituir o primeiro e Aeris deixa o grupo para encontrar alguma forma de salvar o mundo do Meteor agora que Sephiroth adquiriu a Materia Negra.

Aeris viaja para a Capital Esquecida, a cidade perdida dos Cetra. Cloud está perturbado por Sephiroth ter sido capaz de controlá-lo, mas decide continuar sua jornada, sendo encorajado por Tifa e Barret. O grupo vai atrás de Sephiroth e Aeris e quando a encontram orando em um altar na Capital Esquecida, Cloud quase é forçado por Sephiroth a matá-la, mas se liberta do controle de Sephiroth com a ajuda de seus amigos.

Desenvolvimento

As sessões para o planejamento de Final Fantasy VII começaram em 1994, após o lançamento de Final Fantasy VI. Na época, Final Fantasy VII foi planejado para ser um outro projeto 2D para o SNES . O criador da série, Hironobu Sakaguchi, pretendia que a história se passasse na moderna cidade de Nova Iorque no ano de 1999. Vários dos membros da equipe estavam trabalhando em paralelo em Chrono Trigger, e o desenvolvimento de Final Fantasy VII foi interrompido quando o outro projeto tornou-se significante o suficiente para exigir a ajuda de Yoshinori Kitase e outros designers. Algumas das ideias originalmente consideradas para Final Fantasy VII foram usadas em Chrono Trigger e outras ideias, como a definição de Nova Iorque e o design da feiticeira Edea, foram usadas em projetos futuros, Parasite Eve e Final Fantasy VIII, respectivamente.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.