FANDOM


Mythos12

A humanidade recebendo o seu "coração" na mitologia de Fabula Nova Crystallis.

Os corações das pessoas são Chaos puro. Sem forma e em constante mudança, são um mistério que ninguém consegue resolver. É por isso que os seres humanos são tais contradições. Um momento eles estão apertando a garganta um do outro, e depois eles estão formando alianças estáveis.
Jihl Nabaat no DLC de Final Fantasy XIII-2 "A Study in Elegant Death".

Corações (心, Kokoro?. Heart em inglês) também conhecidos incorretamente como almas ou espíritos, são uma parte integrante da subsérie Fabula Nova Crystallis: Final Fantasy. É um conceito mais "específico" de uma alma: enquanto a alma é a "essência da humanidade", o coração é a "essência de uma pessoa", com uma pessoa tendo um de modo individual. Dado à humanidade pela deusa Etro, eles funcionam como uma forma de equilíbrio no universo e são fundamentais para as histórias de cada parcela da série. Os corações são o meio pelo qual os seres humanos tem a força para desafiar tanto os fal'Cie quando as divindades.

Nas versões localizadas dos jogos de Final Fantasy XIII, a distinção entre "alma" e "coração" é confusa. Na versão em inglês de Final Fantasy XIII-2, o termo "espírito" é usado incorretamente, em vez de "coração". Na versão de Lightning Returns: Final Fantasy XIII, o termo "alma" é usado para ambos os conceitos de "coração" e "alma", e como sinônimo de "coração". Isso tem causado certa confusão entre os jogadores.

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir. (Pular seção)

PerfilEditar

Valhalla é o reino onde as almas humanas são levadas antes de renascerem. O sábio deus Lindzei usou o sangue que foi derramado de Etro para criar os corpos dos homens; Sua alma foi formada a partir do Chaos. Estes pedaços de Chaos preenchem os vasos que Lindzei tinha feito e, portanto, a humanidade nasceu. Quando uma pessoa morre, sua alma volta para o Chaos em Valhalla, o reino invisível que obedece as regras da deusa Etro.
— Entrada do Datalog de Lightning Returns.

Quando os seres humanos foram criados por Lindzei a partir do sangue de Etro após o seu suicídio, eles estavam sem coração. Depois de sua morte Etro foi para Valhalla, e ficou responsável pela manutenção do equilíbrio entre o Reino Visível (o mundo dos vivos) e o Reino Invisível (o mundo dos mortos) pela deusa criadora Mwynn, que logo foi consumida por uma matéria conhecida como Chaos. Etro sentiu uma afinidade com a humanidade, que era obrigada a segui-la por meio da morte, passando pelo Reino Invisível, e presenteou-os com pedaços do Chaos, os tornando um fator-chave para a manutenção do equilíbrio do universo. O coração funciona como um "armazém" para a alma. Quando um ser humano morre, o seu coração morre, muito provavelmente indo para o mundo invisível, onde eles descansam para sempre. Esse estado de guardar o Chaos dentro de um corpo físico torna os seres humanos únicos, como eles são atraídos para ambos os reinos, Visível e Invisível, enquanto os outros seres são amarrados a um único mundo.

Conforme indicado em Final Fantasy XIII-2, pessoas com grandes quantidades de Chaos em seus corações são sensíveis a coisas que as outras pessoas perdem: isso significa que elas podem ouvir as palavras da vidente, e, assim, as profecias. De acordo com o afirmado em Lightning Returns: Final Fantasy XIII, a divindade Bhunivelze, e provavelmente as suas criações Lindzei e Pulse, não podem ter corações devido as suas ligações com o Chaos. Bhunivelze os despreza, vendo que os corações e o Chaos que residem dentro dele como uma força poluente. Apesar disso, é mostrado que ele é capaz de manipular o coração de uma pessoa se ele foi desequilibrado. Os fal'Cie e, estendendo, as divindades que os criaram, possuem um tipo de um coração físico que imita emoções, mas não são os verdadeiros corações.

ApariçõesEditar

Final Fantasy XIII-2Editar

Na Torre Augusta em 200 AF, Noel explica a diferença entre os seres humanos e as duplicatas para Serah, dizendo que a diferença é que a deusa deu à humanidade "corações". Quando Lightning entra em sua estase cristalina depois de sua batalha final contra Caius, ela levou o coração e a alma de Serah com ela.

Lightning Returns: Final Fantasy XIIIEditar

Após a morte de Etro e o consequente sangramento do Chaos, a falta de uma divindade que iria continuar a dar corações para as almas resultol no agora liberto Chaos quebrando o ciclo de reencarnação e incapacitando a humanidade de se reproduzir. Isso também torna a humanidade biologicamente imortal. Após Lightning acordar da sua estase cristalina, Bhunivelze removeu a alma de Serah de Lightning. Junto com ela, uma parte do coração de Lightning também foi removida devido a ela ter fechado o seu coração após a morte de seus pais. O coração de Lightning ficou conectado com a alma de Serah durante o seu sono e ela se fundiu com a parte perdida do coração de Lightning, se manifestando na forma de uma ser humano, Lumina.

O objetivo principal da Ordem da Salvação era aliviar o fardo sobre os corações da população remanescente, com as almas dor mortos os incomodando. De acordo com a Ordem, essas ações são o desejo de Bhunivelze. Isso pode ter origem na incapacidade de Bhunivelzeo deus de ver corações humanos. Lightning encontra uma projeção da alma dos mortos, Cid Raines, que informa a ela sobre as "obrigações" que permitem uma pessoa utilizar o poder ilimitado do Chaos, mas isso requer o contato de uma pessoa que vive com a alma de um morto.

No último dia, quando Bhunivelze aparece na Catedral de Luxerion, ele usa a alma de Hope como o seu "avatar". Antes da sua batalha com Lightning, ele revela a ela que ele usou Hope como um meio de estudar os corações humanos. Como a confronto continua entre Lightning e Bhunivelze, o deus começa a demonstrar emoções supostamente desconhecidas pelos fal'Cie. Isto leva a Lightning perceber que Bhunivelze tinha absorvido acidentalmente o coração de Hope e decide usá-lo para salvar a humanidade. A falsa Serah criada por Bhunivelze para manter Lightning submissa admite que ela não possui o coração de Serah. Durante a batalha final, Lightning usa as ligações que ela fez com o povo de Nova Chrysalia e a sua ligação com o Chaos via a alma de Serah para unir a humanidade em uma "espada" para derrotar Bhunivelze.

EtimologiaEditar

Kokoro (心) significa "coração, mente, mentalidade, emoção, sentimento" em japonês.

CuriosidadesEditar

  • No registro de dados da versão em inglês de Final Fantasy XIII-2, "coração" é chamado incorretamente de "alma", apesar da palavra "alma" não aparecer em uma única entrada na versão japonesa.
  • Em Final Fantasy Type-0, a substância phantoma é descrita como "alma", embora ela exiba traços de ambos coração e alma.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.