FANDOM


Agni's philosophy banner

Bandeira oficial de Agni's Philosophy.

Agni's Philosophy (A filosofia da Agni em português) é uma tech demo de Final Fantasy revelada na E3 2012, e re-apresentada na Conferência do PlayStation 4 da Sony em 20 de fevereiro, mostrando como um futuro jogo da série Final Fantasy pode parece usando o ambiente do motor da Square Enix, Luminous Engine, que foi desenvolvido para a oitava geração de consoles. Por ser uma demonstração do motor de jogos, Agni's Philosophy não mostra como um jogo real futuro será desta maneira, mas sim o poder técnico do motor

Agni retorna em outra tech demo de maio de 2015, intitulada WITCH - Chapter 0 (cry).

Visão globalEditar

Ver também: Luminous Engine

É dito que todas as coisas no vídeo acontecem em tempo real com um fluxo estabelecido de conteúdo cinematográfico, onde o ponto de vista pode ser alterado enquanto ele está em ação.[1] O vídeo de demonstração mostra em gráficos de tempo real de computador no mesmo nível de computação gráfica pré-rendenizada e os pequenos detalhes dos personagens são exibidos por meio de suas expressões faciais, sutilezas de seus cabelos, e as suas vestes naturais. Agni's Philosofy parece ter sido criada através da lente da série Final Fantasy, onde a magia e a ciência existem juntas.

Um site oficial foi aberto para a demo onde ela pode ser visualizada. O site foi criado com uma pesquisa perguntando aos fãs sobre a demo, a personagem Agni e o mundo onde ela se passa. Embora isso implique que "Agni" e este cenário possam ser usados em futuros cenários de jogos, não há evidência que sugerem um jogo esteja sendo produzido tendo como base a demo.

A demo é suportada por hardware de PC atual, usando uma única placa gráfica nVidia GTX 680 com 16 GB de RAM. A demon técnica de Agni's Philosophy rodou 10 milhões de polígonos por cena, incluindo 300.000 a 400.000 polígonos por personagem. Ele também usou dados de textura de 1,8 GB por cena.[2] Em abril de 2015, a Square Enix revelou uma nova demo técnica chamada Witch Chapter 0 [cry], com a personagem Agni da demo de Agni's Philosophy. Ele suporta o DirectX 12 e renderiza mais de 63 milhões de polígonos por quadro, com o uso de texturas de resolução 8192x8192 muito altas. O cabelo é processado com mais de 50 shaders e cada fio de cabelo é processado com polígonos. Retrata o choro capilar humano em um nível de qualidade nunca visto antes com um personagem 3D em tempo real.[3] Ele roda em um PC poderoso equipado com quatro placas gráficas GTX Titan X. Considera a demo técnica com os gráficos em tempo real mais avançados já vistos.

SinopseEditar

Em um templo antes de um eclipse solar iminente, um grupo de magos de vestes vermelhas e seu Grandmaster que empunha um cristal estão tentando invocar um dragão sagrado. Durante o ritual, homens armados invadem o templo e atacam os magos. Uma maga, Agni, luta ao lado dos outros para proteger o Gradmaster, porém é golpeada no braço.

Apesar dos esforços de todos os magos, o Grandmaster é gravemente ferido. Ele entrega o cristal para Agni, que foge para as ruas onde os homens armados a perseguem. Enquanto eles libertam uma hiena mutada, Agni foge dos seus perseguidores humanos e se cura de suas feridas de balas com uma garrafa de água encantada. A hiena a alcança e as pisoteia, mas Agni usa o cristal para chamar o dragão do templo. O dragão destrói a hiena, e Agni monta nele e voa para o céu, revelando uma cidade futurista brilhante no horizonte.

GaleriaEditar

Artes conceituais
Capturas de tela

EtimologiaEditar

Agni (अग्नि, [aɡʱɲiː]) é uma palavra de origem sânscrita (cognata com a palavra latina "Ignis"), e significa "fogo". É também o nome do deus do fogo na mitologia Hindu.

Links externosEditar

ReferênciasEditar

  1. http://sqex.info/ffxv-luminous-studios-developer-interviews-part-1/
  2. http://www.dsogaming.com/news/agnis-philosophy-characters-tech-demos/
  3. http://blogs.nvidia.com/blog/2015/04/30/build-demo/
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.